Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 12 de março de 2012

Você realmente tem FÉ? Parte 1


Muitas vezes somos confrontados com a pergunta “você acredita em Deus?” Normalmente a resposta é simples “sim acredito”, quando respondemos a esta pergunta estamos a responder ao quê? Que acreditamos na existência de Deus? Ouvimos muitas pessoas a dizer “acredito que existe algo...”, “acredito que existe um ser superior que comanda isto...” e os convertidos que têm a certeza da existência de Deus, ou seja se eu acreditar na sua existência mas não praticar a sua vontade, de nada me serve crer. Como também crer que Deus existe mas não crer e praticar a sua palavra, torna a fé infrutífera.

Definindo Fé com a palavra de Deus:

“1 Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem. “  Hebreus 11 vers 1

Nós cremos em Deus mas não o vemos, nós cremos na Sua palavra porque primeiro crêmos na sua existência, nós crêmos nas escrituras porque cremos que foi Deus que as inspirou, e dessa forma estamos a viver pelo que não se vê.
Após vivermos pelo que não vemos, a palavra de Deus materializa-se na nossa vida, passa a ver-se aquilo que não se via.

O ciclo da fé é viver sem ver mas acreditando, e então depois ver-se aquilo em que se acreditou.

Então primeiro temos que meditar para nós mesmos, “realmente acredito na existência de Deus?”, “Creio também que Ele é Omnipresente, Omnisciente, Omnipotente, Deus verdadeiro, Justo, Que me ama?” “ Creio que as escrituras foram escritas segundo inspiração do próprio Deus e segundo os ensinamentos que Jesus trouxe aos homens?” Sim? Pois bem, então leia a Bíblia, veja a palavra de Deus e lance-se sobre ela, não importa o que esta visível neste momento na sua vida, não se esqueça que o que crê vive pelo que não se vê.

Imagine um incêndio, uma pessoa isolada no cimo do prédio que está a arder, cá em baixo estão os bombeiros com um objecto para amparar aquela pessoa que tem que saltar de lá de cima, eles sabem que é seguro, é a profissão deles, já experimentaram aquele método antes, têm consciência disso e começam a dizer para a pessoa saltar para cima do tal objecto.
No entanto lá em cima esta uma pessoa que não os conhece, não conhece o método, nem sabe se pode confiar, mas vai ser ela que vai ter que decidir se salta ou não, até porque se não o fizer acabará por morrer queimada. Se essa pessoa saltar, só após estar segura é que comprovará que aqueles homens tinham razão, mas primeiro teve que acreditar e saltar, pois houve uma decisão, poderia morrer de ambas as formas, mas decidiu acreditar no que aqueles homens lhe diziam. É claro que não podemos esquecer que neste exemplo ela teve que acreditar em homens, que podem falhar, no nosso caso temos que acreditar em Deus que não falha, acreditar que se Ele diz vai, nós podemos ir sem medo, se Ele diz fica, nos podemos ficar, porque Ele é perfeito.

A diferença de quando você está a viver pelo que vê e pelo que não vê (pela fé):

"24 Entrementes, o barco já estava a muitos estádios da terra, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário.
25 À quarta vigília da noite, foi Jesus ter com eles, andando sobre o mar.
26 Os discípulos, porém, ao vê-lo andando sobre o mar, assustaram-se e disseram: É um fantasma. E gritaram de medo.
27 Jesus, porém, imediatamente lhes falou, dizendo: Tende ânimo; sou eu; não temais.
28 Respondeu-lhe Pedro: Senhor! se és tu, manda-me ir ter contigo sobre as águas.
29 Disse-lhe ele: Vem. Pedro, descendo do barco, e andando sobre as águas, foi ao encontro de Jesus.
30 Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me.
31 Imediatamente estendeu Jesus a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?"  Mateus 14 vers 24-31

No inicio Pedro creu na palavra de jesus e foi, enquanto acreditou caminhou sobre as aguas, algo que é naturalmente impossível no mundo físico (algo que não se vê) , então pela fé fez algo impossível.
 Quando começou a usar a sua visão, teve dúvidas, a sua fé foi abalada, começou a ver as ondas, começou a olhar pelo que é possível no mundo real, pelo que se vê e afundou-se.

O mesmo acontece connosco, nós lê-mos a palavra de Deus, a sua promessa, e vamos. Enquanto isso acontece conquistamos, vemos coisas impossíveis e inexplicáveis, acontece que por diversos motivos começamos a prestar atenção ao que nos rodeia, "o meu país esta sem dinheiro", "o medico disse aquela doença não tem cura", "o meu marido saiu de casa e disse que não volta mais", aí você começa a ver com os olhos físicos, perde a visão espiritual, fica com duvida, medo e se afunda.
 Jesus vai-lhe perguntar "porque duvidaste?" e vai resgata-lo tal como fez com Pedro, não vai deixa-lo afundar-se, acontece é que ou você crê e vive sobre as aguas ou você duvida e vive se afundando.

                                                                                                     
                                                                      Continua

Sem comentários:

Enviar um comentário